ESPORTES

Boa Esporte define situação do goleiro Bruno hoje

runo
Written by Marcelo Belotti

O Boa Esporte foi alvo de várias críticas após anunciar um acerto de dois anos com Bruno Fernandes das Dores de Souza, acusado de matar Eliza Samúdio. Condenado a 22 anos e três meses de prisão, estava preso há sete anos, quando foi beneficiado com uma liminar assinada pelo ministro Marco Aurélio Neto, do STF, que garante o direito de recorrer da decisão em liberdade.

Entendendo a situação… Bruno não cumpriu sua pena e não está em liberdade por isso. A Constituição Brasileira diz que durante o processo, o réu só pode ser preso em segunda instância ou caso o juiz ache adequado mantê-lo em cárcere privado aguardando o recurso. Como não há condenação em segunda instância (não houve sequer o julgamento), o juiz concedeu liminar determinando sua soltura.

Os advogados de defesa de Bruno entraram com um recurso de apelação contra a sua condenação em 2013, que não foi apreciado até agora pelo TJ-MG. Em nota, o TJ mineiro se defende: “Os réus do referido processo, condenados naquele Tribunal do Júri, já ingressaram com inúmeros recursos: apelações, recursos especiais, recurso sentido estrito, recurso extraordinário, embargos de declaração, e, o desembargador relator não pode impedir os advogados de defesa de ajuizar os recursos previstos na lei processual penal”

O Boa Esporte aproveitou o momento e decidiu dar a chance de ressocialização a Bruno. Em nota oficial o time se defendeu das críticas “O Boa Esporte Clube não esta cometendo nenhum crime conforme a legislação Brasileira e perante a lei de Deus”

Porém nesse final de semana, as empresas que patrocinam o futebol do Boa Esporte não seguiram a visão do clube. Primeiro foi a Nutrends Nutrition que anunciou que não era mais patrocinadora do time. Ontem, a diretoria do Grupo Gois & Silva se reuniram para falar sobre o caso da contratação de Bruno A empresa pressiona a diretoria da equipe a rever a contratação do goleiro. Caso isso não aconteça, há a possibilidade de o contrato ser rompido unilateralmente. O Grupo é o patrocinador Master do time mineiro.

Para piorar a situação para o time mineiro, a Kanxa, fornecedora de material esportivo vão se reunir hoje com um advogado para definir a sua participação no Boa Esporte.“Temos uma parceria de cinco anos com o Boa Esporte e o contrato está em vigor até o fim do ano. Mas infelizmente eles tomaram uma atitude que não é compatível com o que a empresa espera”, disse o gerente de Marketing, Sergio Grer.

Assim, mesmo antes do contrato entre Bruno e Boa Esporte ser assinado, o time mineiro pode rever a contratação devido as repercussões e a pressão externa pela sua atitude. Vamos aguardar!

Sobre o Autor

Marcelo Belotti

Deixe um comentário