BRASIL ESPORTES

Corinthians empata com o Botafogo no Paulista e decisão de vaga fica para Itaquera

Botafogo-SP e Corinthians-SP jogam no estadio Santa Cruz, em Rib
Written by Nicholas Araujo

Não faltou emoções no primeiro jogo entre Botafogo e Corinthians pelas quartas de final do Campeonato Paulista. Em partida no Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto, as duas equipes não conseguiram balançar as redes e a decisão ficou para o próximo domingo, na Arena Corinthians.

Os primeiros minutos foram do Bota pressionando o Timão e utilizando Marcão para assustar a defesa adversária. Jadson teve chance de fora da área aos 10 minutos, mas a bola passou longe da meta de Neneca. Jogo começou faltoso e Gualberto e Jadson receberam os primeiros cartões antes dos 15 primeiros minutos.

Aos 19 minutos, Rafael Bastos teve a chance após roubar bola de Balbuena. O meio-campista demorou para decidir e Guilherme Arana chegou para desarmar, interrompendo a jogada. Depois foi a vez do Corinthians responder, aos 43 minutos, após Maycon desviar de cabeça e Bileu tirar no momento certo. Arana tentou o rebote, mas mandou para fora.

O segundo tempo foi tão agitado quanto o primeiro. Fernandinho teve a chance logo no primeiro minuto de cabeça, mas Cássio fez bela defesa. Aos 5, Francis acertou bom chute, mas a bola subiu demais, mas o suficiente para assustar o goleiro corintiano. Jô respondeu aos 10 minutos, mas a bola foi por cima da meta de Neneca.

Depois o jogo ficou equilibrado e as defesas faziam marcação em cima. No final, o placar zerado foi um resultado justo pelo que foi apresentado em campo. A volta acontece o dia 9 de abril, as 16h, na Arena Corinthians. Quem vencer, leva a vaga.

Homenagem

O Botafogo entrou em campo com um uniforme especial. O manto homenageava o elenco de 1977, ano em que a equipe venceu a Taça Cidade de São Paulo, o primeiro turno do Campeonato Paulista daquele ano. Na ocasião, o elenco botafoguense contava com Sócrates, Aguilera, Wilson Campos, Manuel, Nei, Mário, Mineiro, Zé Mário, Arlindo, Lorico, João Motoca, além do técnico Jorge Vieira.

Em ação da nova fornecedora de material esportivo do clube, cada jogador vinha com o uniforme que remetia à época e com o nome de cada atleta daquele elenco. O Pantera nunca se consagrou campeão da série A1, mas chegou a ser vice-campeão em 2001, justamente ao perder a final para o Corinthians.

33625676652_ca087b9262_o

(Foto: Agência Botafogo)

Sobre o Autor

Nicholas Araujo

1 comentário

Deixe um comentário