ESPORTES

CÃO PASTOR RECEBE O RIO PRETO E NÃO VAI ALÉM DO EMPATE.

CATS CONSEGUE UM EMPATE SUADO NO FINALZINHO DO 2º TEMPO

Na tarde desta quarta feira, (31), o Estádio Municipal Vereador José Feres, (o Canil do Cão Pastor), foi o palco da partida válida pela 5ª rodada da fase de classificação do Campeonato Paulista Série A-3 2018, que reuniu as equipe do C. A. Taboão da Serra e (o Cão Pastor) e do Rio Preto E. C. (o Jacaré).

O time Tabuanense, vinha de uma derrota, longe dos seus domínios, diante do E. C. São Bernardo, que resultou na perda de 4 posições na tabela de classificação, (do 2º para a 6º posto), por isso jogando em casa diante do Rio Preto, apenas um resultado interessava ao clube Serrano, a vitória.

O jogo:

O primeira etapa foi de muito equilíbrio, os donos da casa, ligeiramente superior em campo, aos 9 minutos, quase chega ao primeiro gol, depois de um rápido ataque pela direita, o zagueiro André Luiz, apareceu de surpresa e de cabeça obrigou o goleiro Poty a fazer importante defesa.

Aos 15 minutos, veio a resposta do Jacaré, com o apoiador camisa 11, Édipo, que recebeu bom passe e da entrada da área acertou um petardo, que tirou tinta do poste direito do goleiro Thyago, que já estava batido no lance.

Quando o jogo indicava, que a 1ª etapa terminaria sem abertura de contagem, devido a superioridade das zagas frente os ataques, num lance de infelicidade, Diego Souza camisa 10, do CATS, desviou um cruzamento contra o próprio gol, matando o goleiro Thyago; Rio Preto 1 x 0 Taboão da Serra, placar final da 1ª etapa.

Na etapa complementar. a equipe do interior paulista voltou mais ligada na partida e logo aos 3 minutos perdeeu uma chance clara de ampliar a vantagem, o atacante Caio, camisa 20, soltou a bomba, para uma portentosa defesa de Thyago, na resposta Diego Souza tentou se redimir do gol contra do 1º tempo, mas mandou um tiro forte sobre o gol de Poty.

Aos 14 minutos, novo ataque do Jacaré, outra vez com atacante Caio, que bateu firme, Thyago se esticou todo e viu a bola passar muito perto do seu travessão, aos 27 minutos, o Cão Pastor respondeu; Cecel chutou a queima roupa, mas Poty, de mão trocada, operou o milagre.

Num ataque do time visitante, Paulo Cézar camisa 17, invadiu a área Serrana e sem ser tocado desabou no gramado, o juiz  Rodrigo Gomes Paes Domingues, marcou a simulação e mostrou o cartão amarelo, como Paulo Cézar já tinha recebido outro, o jogador foi expulso de campo.

Quando tudo indicava que o Jacaré sairia do Canil do Cão Pastor levando 3 pontos, aos 43 minutos, a zaga rio-pretense bateu cabeça e o artilheiro Caio, camisa 7, não fez mais barato não, marcou e deu números finais ao encontro; C. A. Taboão da Serra 1 x 1 Rio Preto E. C.

Encerrada a 5ª rodada da fase de classificação do Campeonato paulista Série A-3 2018, com este empate encima da hora, o Cão Pastor  se manteve no G-8, (Grupo das equipes que seguem para a 2ª fase da Série A-3) no 8º posto da chave, com 8 pontos ganhos, 5 pontos atrás do líder Noroeste, que soma 13 pontos.

Neste domingo, (04), às 10:00 h, o Tricolor da Serra visita a equipe do Atlético Monte Azul, o 3º colocado, com 10 pontos ganhos, no Estádio Otacília Patrício Arroyo, ( o Ninho do Azulão), em jogo válido pela 6ª rodada da fase de classificação do Campeonato Paulista Série A-3 2018. 

Ficha técnica:

http://2016.futebolpaulista.com.br/sumulas2.php?cat=46&cam=76&jog=43&ano=2018

Bastidores:

A diretoria do Cão Pastor, trabalhou nos bastidores e surpreendeu o torcedor com a contratação de Ricardo Ferreira Berna, de 38 anos de idade, experiente goleiro, que defendeu as cores da equipe da Associação Portuguesa de Desportos, na Copa Paulista de 2017.

Berna que é natural da cidade da São Paulo-SP, e tem cidadania portuguesa, foi revelado pelo clube japonês do Vegalta Sendai e no Brasil defendeu as equipes do Fluminense, Náutico, Fortaleza e Portuguesa, este, que foi  seu último clube, antes de desembarcar ao Canil do Cão Pastor.

Berna chegou nesta 5ª feira, assinou vínculo, se apresentou e treinou com o elenco tricolor, já podendo estar a disposição do técnico Axel Arruda, no banco de reservas, para o jogo de domingo (04), diante do A. Monte Azul

Goleiro Luiz comenta o empate contra o Rio Preto e o próximo jogo em Monte Azul.

(créditos: Agencia Futebol Interior, Federação Paulista de Futebol e Esporte o Povo online)

Sobre o Autor

Gerson Gonçalves

Deixe um comentário