ESPORTES

Torcida única é “muleta” para justificar incompetência dos órgãos de segurança.

“O torcedor do Palmeiras esfaqueado após uma discussão depois do clássico contra o Corinthians morreu na manhã desta quinta-feira. Leandro de Paula foi atingido por golpes de facão na região do abdômen em uma borracharia a cerca de dois quilômetros do Allianz Parque, palco do jogo.”

Trecho da matéria da ESPN.com.br

Eu não tenho a menor dúvida de que “torcida única” mostra apenas a incompetência da segurança pública em resolver a violência e que a atitude é “muleta bem falha”.

Torcedores continuam morrendo e nada é feito para diminuir isso, com isso desmotiva as pessoas a saírem para ver seu time e isola ainda mais o futebol de seu público.

Já são um ano e meio de torcida única. O empobrecimento do espetáculo predomina e parece que ficamos letárgicos, sem reação de mudar isso. Fico extremamente triste com isso e torço para que os dirigentes dos times, coletivos de torcidas lutem para mudar esse quadro e a Secretaria de Segurança pare de usar isso como desculpas e tenha um plano de ação decente para diminuir a carnificina entre os torcedores.

O futebol agradeceria eternamente se conseguisse ver novamente um clássico com as duas torcidas cantando, vibrando e se divertindo como sempre foi.

Foto: globoesporte.com

Foto: globoesporte.com

Sobre o Autor

Jorge Monteiro

Jornalista formado pela Universidade Anhembi Morumbi
Participante dos coletivos Futebol, Mídia e Democracia e Respeito Futebol Clube.
Fundador e comentarista da página Jogo Limpo no Facebook

Deixe um comentário