ESPORTES

TIMÃO MATADOR: CORINTHIANS VENCE O SÃO PAULO E FICA PERTO DA FINAL

Transmissao-ao-vivo-online-Corinthians-x-Sao-Paulo-no-Campeonato-Paulista
Written by Roberto Cardoso

No seu melhor estilo, o Corinthians venceu o São Paulo em pleno Morumbi e deu um grande passo rumo a mais uma final de campeonato paulista. Mais uma vez o time dirigido por Fabio Carille apostou no seu forte sistema de marcação e usou o contra ataque para fulminar a defesa tricolor. Mas não foi tão fácil como se poderia pensar. Na primeira etapa o timão conseguiu equilibrar o jogo com a marcação segura e os ataques rápidos enquanto o São Paulo, que mantinha a bola mais tempo em seu domínio, tentava furar o bloqueio adversário, mas não conseguiu. Muito eficiente, o ataque corintiano marcou duas vezes e segurou o resto do jogo. Mesmo estando mais tempo no ataque, uma espécie de ataque contra defesa, os atacantes tricolores batiam cabeça na frente do gol adversário e nada conseguiram. No final ainda tiveram de ouvir o torcedor, 100% tricolor, gritar “Vergonha”, já que o time de img_6414Ceni, mesmo superior com a  bola no pé, não foi capaz de vazar a melhor defesa do Paulista 2017. Agora terá a ingrata tarefa de reverter o resultado no Itaquerão, na próxima semana, e vai precisar melhorar muito, pois somente uma vitória por 3 gols de diferença garante o São Paulo na final. Já o Timão está bem mais tranquilo e deve repetir a arma usada no jogo de hoje.

No primeiro tempo o jogo foi equilibrado e, além dos gols marcados, apenas duas chances claras de gols foram geradas, uma para cada lado, com boas defesas de ambos os goleiros. Aos 20 minutos, Rodriguinho deu um passe sob medida para Jô invadir a área e finalizar na saída de Renan, o Rei dos Clássicos marca presença e abre o placar para o Timão. Quando a primeira metade se encaminhava para o fim, Rodriguinho acertou um belo chute da entrada da área e marcou, já aos 47, o segundo gol corintiano calando o Morumbi. No segundo tempo Gilberto entrou e esquentou o ataque tricolor. Ele, Lucas Pratto e Cueva, fizeram de tudo mas não conseguiram marcar. Maicon também tentou em cobrança de falta que Cássio img_6413defendeu. O Corinthians chegou apenas com chutes de longa distância mas sem assustar. Enquanto isso o São Paulo tentava, tentava e tentava, mas…. nada acontecia. Bolas cruzaram a meta de Cássio o tempo todo, mas nada. Não era noite dos atacantes de Rogerio Ceni. Balbuena e Pablo sobraram e garantiram a vitória.

As duas equipes voltam a se enfrentar no próximo domingo, 23, as 16 horas na Arena Corinthians e, enquanto os são-paulinos gritaram “Time sem Vergonha”, os corintianos insistem que”Caiu em Itaquera, já era”. Será?

MOMENTO RARO

Ainda na primeira etapa, Jô dividiu a bola com Rodrigo Caio e o goleiro Renan que foi atingido. O árbitro não teve dúvidas e marcou falta e aplicou cartão amarelo no corintiano, porém, Rodrigo Caio chamou Luis Flávio de Oliveira e assumiu que quem atingiu o goleiro foi ele próprio levando o árbitro a retirar o amarelo de Jô. Lance raro que mostra honestidade e dá aquela esperança de que o futebol ainda pode melhorar. PARABÉNS RODRIGO CAIO PELA ATITUDE E QUE ELA CONTAGIE MAIS JOGADORES A AGIREM DE FORMA SEMELHANTE.

1977 DE NOVO?

Claro que a lembrança vem automaticamente na memória dos dois alvinegros envolvidos nessa semi final. Depois de abater o Palmeiras, em casa, por 3 a 0, a Macaca campineira encaminha a classificação. Do outro lado, o Timão também fez a lição de casa, ou melhor, fora de casa, e também aumenta suas chances. Corinthians e Ponte Preta podem sim reviver a histórica decisão de 77 quando o jejum corintiano de 23 anos chegou ao fim. Mas dessa vez, se acontecer mesmo, a Ponte vem pra buscar o seu primeiro título. Imaginem só quanta história e quanta emoção envolvidos. quem viver verá…..

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 0 X 2 CORINTHIANS

Local: Morumbi, em São Paulo (SP)
Data/Hora: 16/04, às 19h
Árbitro : Luiz Flavio de Oliveira
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa
Cartões amarelos: Luiz Araújo e Jucilei (SPO); Romero, Pablo e Maycon (COR)
Cartões vermelhos:
Público/Renda: 45.366 presentes/ R$ 1.448.769
Gols: Jô, aos 20’/1T (0-1); Rodriguinho, aos 47’/1T (0-2)

SÃO PAULO: Renan; Araruna (Thomaz, aos 32’/2T), Maicon, Rodrigo Caio e Junior Tavares; Jucilei, Thiago Mendes e Cueva; Wellington Nem (Cícero, aos 18’/1T), Pratto e Luiz Araújo (Gilberto, intervalo). Técnico: Rogério Ceni.

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Balbuena, Pablo e Arana; Gabriel, Maycon e Rodriguinho (Camacho, aos 32’/2T); Jadson (Clayton, aos 4’/2T), Romero (Léo Jabá, aos 44’/2T) e Jô. Técnico: Fábio Carille.

Sobre o Autor

Roberto Cardoso

Deixe um comentário