ESPORTES

Santos decide jogar mais no Pacaembu. É melhor ou pior para o time?

Written by Marcelo Belotti

O Santos cada vez mais projeta levar seus jogos para São Paulo, com a justificativa de que a sua torcida participaria  mais do jogo, compareceria mais ao Estádio o que em tese aumentaria a receita do clube. Os que defendem a vinda dos jogos para a cidade de São  Paulo justificam como óbvia a matemática de quando há mais público no estádio, o clube ganha mais dinheiro. Mas nem sempre essa verdade se confirma.

Ano passado no Campeonato Brasileiro o Santos jogou 6 jogos no Pacaembu, contra 13 jogos na Vila Belmiro. Os resultados são reveladores. Segue um comparativo de três jogos, onde o preço médio de ingressos é o mesmo para que tenham uma ideia do que representa jogar fora do seu estádio.

Vila Belmiro
Público       Arrecadação       Ingresso Médio       Resultado Líquido
7.025          R$ 198.775,00   R$ 28,30                  R$ 51.938,49
11.418        R$ 337.480,00   R$ 29,56                  R$155.463,61

Pacaembu
Público       Arrecadação       Ingresso Médio      Resultado Líquido
19.007       R$ 428.430,00    R$ 22,54                 R$ 39.741,51
14.486       R$ 349.190,00    R$ 24,11                  R$ 12.642,62

No total o Santos arrecadou R$4.130.120,00 no Pacaembu o que gerou uma renda líquida de R$1.601.695,00

Na Vila, o total arrecadado foi de R$3.252.865,00 com R$1.131.047,43 de renda líquida.

Ao analisarmos os resultados temos uma situação que se torna favorável ao Pacaembu quando o público é grande (mais de 25 mil pessoas no Pacaembu). Quando comparamos os públicos, temos um resultado líquido (dinheiro no bolso) do time santista melhor para um público de 7 mil pessoas na vila do que 19 mil pessoas no Pacaembu.

Então  não  basta apenas a decisão de jogar no Pacaembu. Isso tem que ser planejado de modo a viabilizar o custo maior que o Estádio Municipal traz para a equipe Santista.

Em 2018,  o Santos jogou na Vila contra o Bragantino para sete mil pessoas e faturou R$113 mil. Duas rodadas depois, jogou no Pacaembu contra o Ituano para 13.600 pessoas e faturou R$62 mil. O Pacaembu tem custos fixos que o time da Vila Belmiro não encontra em sua própria casa.

Então, ao contrário do que se diz, não basta somente trazer o jogo para São Paulo para ganhar mais dinheiro. É errado o pensamento de que quanto maior o público, mais o time ganha. Se não houver uma ação conjunta para realmente encher o Pacaembu, é muito mais vantajoso financeiramente jogar na Vila Belmiro

Sobre o Autor

Marcelo Belotti

Deixe um comentário