APERTE O BOTÃO! BRASIL

Quer aprender a ser um gentleman? Siga algumas dicas!

Casal Sugar_Alta
Written by Anderson Moraes

Sugar Daddy

Sinônimo de sucesso financeiro e luxo, o homem desse conceito é muito mais que isso

A proposta de relacionamentos sugar chegou ao Brasil há pouco tempo, mas já criou adeptos por todos os cantos. Em palavras simples, se trata de uma relação em que pessoas bem estruturadas profissionalmente e na conta bancária (os Sugar Daddies e as Sugar Mommies) procuram pares mais novos (as Sugar Babies e os Sugar Boys) para uma relação baseada em honestidade no que um quer do outro.

A CEO do site MySugar, Helen Medeiros, explica que não se trata de prostituição de luxo, mas sim de homens e mulheres ambiciosos, que sabem o que querem mutuamente nessa união. E se entrar sexo na história, é uma consequência, não o interesse principal.

“É um relacionamento no qual duas pessoas decidem o que elas podem oferecer ao outro sem cobranças ou joguinhos. É algo realmente doce, podendo englobar tanto os heterossexuais, quanto os homossexuais. Afinal, querer um alguém faz parte da vida de todos, sem distinções”, conta Helen.

O que um homem deve ter e ser para ganhar o status de Sugar Daddy e gentleman?

 

A CEO esclarece que o Daddy verdadeiro quer ajudar, sente prazer em passar um pouco de sua experiência e visa o crescimento intelectual das pessoas, em especial da sua Baby. “Este tipo de homem já nasce com isto, é inexplicável, mas é uma pessoa desprendida e, por isso, sente encanto ao ajudar”.

Segundo ela, em sua essência, ele é um cavalheiro. “Ele estará preocupado com o bem-estar, conforto e segurança da sua Sugar Baby. Jamais pedirá fotos sensuais nas primeiras conversas, muito menos convidará para o motel nos primeiros encontros. E também não chega mostrando um bolo de dinheiro”, desmistifica. E é essa a dica que ela dá a quem opta por uma plataforma nesse estilo, alertando que se no bate-papo ele citar algo fora desses padrões, não é “verdadeiro”.

Helen Medeiros, CEO do MySugar

Helen Medeiros, CEO do MySugar

Um Sugar Daddy também não precisa ser obrigatoriamente um multimilionário. Ele pode ser uma pessoa com poucos bens, assalariado, ter um rendimento modesto, mas disposto a se sacrificar para ajudar o seu par com suas necessidades financeiras.

“A condição financeira não é a coisa mais importante a ser verificada, mas sim a sua vontade em ‘adotar’ uma Sugar Baby ou Boy, no caso dos gays. O indivíduo até pode se autointitular Sugar Daddy, realmente ter uma fortuna e simplesmente querer se aproveitar da ingenuidade  da outra pessoa, sem a real intenção desse conceito de relacionamento. Então, ele não merece esse título”, adverte.

Em suma, um verdadeiro Sugar Daddy é:

– Generoso;

– Tem um papo interessante;

– É elegante;

– Possui a educação de um verdadeiro “Lord”;

– Gosta de frequentar bons lugares e fazer viagens;

– Se veste bem;

– É bem-sucedido profissionalmente;

– Não gosta de se expor;

– Se é rico, não ostenta de forma descarada;

– Sabe valorizar a pessoa que está com ele.

Serviço:

MySugar – www.mysugar.com.br

Sobre o Autor

Anderson Moraes

Deixe um comentário