EDUCAÇÃO

O professor “POP” da Língua Portuguesa transforma aula em show

Fabiano Oliveira, que ministra aulas em Aracaju, ensina o nosso idioma por meio de paródias das músicas do momento e faz um verdadeiro show!

Se lecionar é uma arte, o professor Fabiano Oliveira é um artista nato. Com seu trabalho de reconhecimento nacional, o docente lança um formato de “aulão diferente”, preparando os alunos no ensino integral, assim como para o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). Sua pretensão é a de formar isso em uma espécie de turnê interativa. Vale ressaltar que Oliveira está entre os seis professores brasileiros destacados pela pesquisa do Ultracurioso que utilizam métodos diferentes para ensinar. E faz jus a isso.

“A ideia foi unir Língua, Literatura, Música e Teatro para levar aos palcos ensinamentos pedagógicos. Dou aula em escola pública de Sergipe e os meus alunos tem um espaço todo destinado a essa proposta, criado por eles mesmos. Trata-se de um projeto pioneiro de metodologias e práticas, intitulado Central de Estudos Linguísticos e Literários. O resultado de tudo isso é que as aulas viraram espetáculo. É uma mistura de canto, Língua Portuguesa, transformando tudo em diversão”, conta o professor.

Se a sala de aula do professor é disputada pelos alunos, os palcos, auditórios e ginásios andam lotados para acompanhar as aulas, ou melhor, o show. É assim que os alunos se referem à aula do mestre. A consagração profissional é comprovada com a recepção do professor na escola entre os alunos ou nas apresentações em ginásios e auditórios.

“Eu uso Língua, Literatura, Música e Teatro para levar aos palcos ensinamentos pedagógicos. A ideia é formatar o ‘Show da Língua’ unindo essas diversas linguagens. Eles gostam, aprendem e eu me divirto no palco ou na sala. Para mim, são dois lugares sagrados. A energia que vem deles é incomparável. Dou aula emocionado em diversos momentos”, revela.

A turnê “O Enem, o Sonho & Você”

Fabiano almeja rodar as principais escolas de Sergipe. O projeto “O Enem, o Sonho & Você” terá um set list de 18 músicas parodiadas de artistas consagrados, como Anitta, Ivete Sangalo, Netinho, Daniela Mercury, Ludymilla, entre outros.

A fórmula já vem sendo experimentada pelo professor e agora ganha formato profissional, os palcos sergipanos e, ao que tudo indica, em breve todo o Brasil. “Eu produzi 80% das paródias com a ideia de mostrar que podemos aprender a gramática normativa de forma leve e prazerosa, assim como a literatura deve ser vista com atração e não com repulsão na sala de aula”, finaliza.

Conheça o set list da aula!

  1. Prepara/Fonologia – Anitta;
  2. Se quis explorar/Quinhentismo – Anitta e Maluma;
  3. Vem, pra literatura aprender/O que é literatura – Anitta;
  4. Preparadinha/Análise Sintática – Anitta;
  5. Vou aprender Certin/Tipos de Sujeito e Predicados – Ludymilla;
  6. Argumentar no texto é bom/ Compreensão textual, Coesão e Coerência – Ludymilla;
  7. Machado explica, Fabiano explica/ Realismo no Brasil – Pablo Vittar;
  8. O barroco chegou/ Barroco Brasileiro – Pablo Vittar;
  9. Mulher nasceu pra amar / Romantismo – Ivete Sangalo;
  10. Combater o amor/Realismo características – Daniela Mercury;
  11. Rita baiana é sensual / Naturalismo – Cheiro de amor 12;
  12. Melô do pastorzinho / Arcadismo – Netinho;
  13. Antropofágicos / Modernismo – Daniela Mercury;
  14. Minha alma / Pós-modernismo – O Rappa;
  15. Asa Branca/Xodó – Variações linguísticas -Luiz Gonzaga;
  16. Medley de músicas – Figuras e funções de linguagem – Chico Buarque, Cazuza, Legião Urbana, Cheiro de Amor, Rita Lee, Luan Santana, Joelma, Sandy e Marília Mendonça;
  17. Mulher de fases/Ana Júlia – Medley;
  18. Swing da Cor/Funções de linguagem – Daniela Mercury.

(Crédito das Imagens: Divulgação/ Monique Eidy)

Sobre o Autor

Priscilla Silvestre

Jornalista formada pela Universidade Metodista de São Paulo e Pós-graduanda em Jornalismo Digital, acumula mais de 14 anos de experiência na área. É curiosa por natureza e workaholic por necessidade da profissão. Encara os palcos da vida vestindo os papeis de filha, irmã, mãe, professora de idiomas, assessora de imprensa, redatora de matérias impressas ou on-line para diversas editorias e ainda se pergunta: "Tempo? Quando a gente realmente quer, sempre dá um jeito!".

Deixe um comentário