EDUCAÇÃO POLÍTICA

Menoridade Penal no Jd. do Éden

Retirada da internet, autor desconhecido
Written by Max Mu

Quando EVA comeu a maçã tinha 15 anos de idade, desafiou a autoridade, por curiosidade e adrenalina.

“ Eis que desobedeceu minhas ordens, e será punida hoje e sempre e todos seus descendentes.’ Essa maçã era minha, só minha propriedade! Não deveria comer.”

No final haverá um link para dizer se achamos que cadeia é para menores de dezoito anos ou não.

Max Mu

Max Mu

Lendo os argumentos a favor da maioridade penal e os contra. Observa-se dois pontos de vistas organizados, onde é difícil convencer um indeciso.

“O paraíso foi feito para os homens serem felizes eternamente”

Primeiro, ao invés de pensar em punir, vamos pensar sobre expansão de um serviço público. Vamos conhecer esse serviço.

Desde criança ouvimos:

“cadeia é universidade do crime!” 

Qual a qualidade do cárcere no Brasil?

Atualmente alarmamos 306 pessoas presas para cada 100 mil habitantes! No mundo a média é: 144 presos para cada 100 mil habitantes. São 622 mil pessoas presas. A 4a maior população carcerária do planeta.

Em 14 anos aumentou:

  • 270% a quantidade de pessoas presas.
  • 22% a criminalidade
  • 15% a população Brasileira.

A criminalidade cresceu 1,2 vezes mais, e a população prisional 18 vezes mais que a população Brasileira. Percebemos que enquanto mais cadeias, mais presos geram mais crimes. E que o encarceramento aumentou muito mais que a criminalidade. Sem contar menores de dezoito anos condenados pela justiça.

A reincidência; pessoas que cumprem a pena, ficam livres e são presas de novo é de 75 % no Estado de São Paulo.

As razões dos 25% que não voltam para prisão estima-se que são:

    • 12% praticam crimes e não são presos.
    • 29% óbitos por doenças contraídas na prisão.
    • 25% tem óbitos violentos.
    • 7% vivem em situação de rua.
    • 6% retornam a sociedade para trabalhar.

Esses 6% da população ressocializada em sua grande maioria é graças a família ou amigos que dão “uma força”. Não temos notícias de que a cadeia ressocializou alguém no Brasil ou diminuiu a CRIMINALIDADE.

A PRISÃO NÃO DIMINUIU A CRIMINALIDADE.

A grande maioria das pessoas já receberam contato de dentro do presídio e algumas já foram assaltadas pela internet ou telefone por presidiários.  Há pessoas que se tornam dependentes químicos dentro da cadeia, e pessoas nos presídios que controlam exércitos aqui fora. Posto isto, encontramos um sistema carcerário ineficiente contra o crime e excelente como sede das organizações criminosas, que orquestram crimes cada vez mais elaborados de dentro da cela para o país inteiro e no exterior. Lembremos de 2006, que o PCC paralisou o país, e tudo foi planejado, organizado e decidido nas penitenciárias do país.

“Eis o paraíso”

O crime poderá treinar o ímpeto juvenil, a criatividade adolescente e a ousadia dos jovens. Implementaram novas ações com a irreverência e coragem típica dos 16 e 17 anos. Enfim uma universidade para desenvolver e fortalecer o crime.

O que fazer?

Só resta uma solução: Melhorar essa prestação de serviço. Quando houver resultados positivos: diminuição da população carcerária, ressocialização e geração de trabalho para egressos e menor índice de reincidência, talvez caiba pensar em ampliar esse serviço.

Ressalvas importantes: os menores de 18 anos são punidos também. São julgados e condenados por seus crimes, mas em regime diferenciado. A quantidade de ressocialização é bem maior do que a dos adultos.

Ser punitivo no Jd. do Éden condenando todos os descendentes por causa de uma maçã, parece que não diminuiu os pecados. A terra se infestou de guerras, injustiças e pecados. O Criador em tempo mandou o amor e o perdão como solução, se disseminados talvez resolvam.

As medidas socioeducativas para os adultos são bem vindas e poderiam ter melhores resultados. Sabemos que as motivações dos menores são:

  • 38% dos jovens alegam não ter o que comer ou vestir.
  • 32% problemas emocionais.
  • 12% por adrenalina/ aventura.
  • 43% se encontravam fora da escola, alegavam falta de interesse nos estudos.

Investir em uma educação mais  atrativa, inclusiva e familiar. Em saúde coletiva, psicológica e esporte diminuiria a criminalidade em 70% ou mais. Vamos dissociar punição de solução para diminuição da criminalidade. Punição pode ser necessária, mas quase nunca é a solução.

Agora vote como achar melhor:

https://www12.senado.leg.br/ecidadania/visualizacaomateria

Sobre o Autor

Max Mu

Deixe um comentário