ESPORTES

Max, ex-goleiro do Botafogo tem morte cerebral confirmada

max3
Written by Marcelo Belotti

O ex-goleiro Max, que defendeu o Botafogo do Rio de Janeiro entre 2002 e 2007 teve a morte cerebral confirmada pela família do ex-jogador e pelo Neurocirurgião Haroldo Chagas. Maxlei dos Santos Luzia de 42 anos foi submetido a testes neurológicos no Hospital da Lagoa e não respondeu aos estímulos, o que atestou a morte cerebral.

Max foi internado no início do mês com um edema cerebral, 20 dias depois de sofrer uma tentativa de assalto. Porém os médicos ainda não tem nada conclusivo com relação a esse edema e a tentativa de assalto.” Acreditam que seja uma doença rara e autoimune, que o acidente acabou sendo coincidência. Mas ainda não dá para afirmar por ele não ter esse quadro fechado. “ declarou Marilda Faislon Luzia, esposa de Max.

maxMax foi revelado pela Portuguesa-RJ, com passagens pelo América, Bangu, Friburguense, Vila Nova-GO, Itumbiara, Joinville e Boa Esporte. Encerrou a carreira no Barra da Tijuca, em 2014. O Vila Nova fez uma homenagem em seu twitter e o Botafogo emitiu uma Nota Oficial: Confira:

O ex-goleiro Maxlei dos Santos Luzia, conhecido como Max, infelizmente teve morte encefálica confirmada na tarde desta quarta-feira, segundo informações do Hospital da Lagoa. Submetido a testes neurológicos, ele não respondeu aos estímulos, o que atestou a morte cerebral, aos 42 anos.

Max foi goleiro do clube de 2003 a 2007, conquistando o Campeonato Carioca de 2006. Querido por todos, sempre foi um ótimo profissional e um exemplo como homem.

O Botafogo manifesta seu pesar e solidariedade a familiares e amigos. Haverá um minuto de silêncio antes da partida contra o Atlético-MG, nesta quarta-feira.

Botafogo de Futebol e Regatas

Sobre o Autor

Marcelo Belotti

Deixe um comentário