BRASIL COLUNISTAS EDITORIAL POLÍTICA SOCIAL

Justiça para todos ou privilégios para alguns?

rafael braga

 Durante o ápice dos protestos de 2013, o carioca Rafael Braga Vieira, foi preso pela polícia acusado de portar “produtos de limpeza” que, supostamente, seriam utilizados para a fabricação de uma “bomba caseira”. Único manifestante ainda preso, Rafael, ex catador de latas, negro, morador da Vila Cruzeiro, conseguiu responder em liberdade, por pouquíssimo tempo quando, novamente caiu nas mãos do “sistema” após ter sido preso, em flagrante portando 0,6 gramas de maconha, uma prisão arbitrária e sem provas concretas contra o acusado. O caso de Rafael Braga é apenas mais uma constatação de que a justiça no Brasil é exclusiva para negros, pobres e demais minorias. Em 2013, mesmo ano da prisão de Rafael Braga por portar produtos de limpeza, a polícia federal interceptou um Helicóptero cuja carga eram 445 quilos de pasta base de cocaína, avaliadas em, aproximadamente, 50 milhões de reais. O “Helicoca” como foi apelidado pela imprensa brasileira, pertence a Família Perrella, família notável do ex presidente cruzeirense e atual senador Zezé Perrella, ligado umbilicalmente ao senador Aécio Neves. Como é notório, até hoje o caso permanece sem explicações e os principais envolvidos, permanecem em liberdade sob silêncio constrangedor dos grandes veículos da imprensa nacional. Se um Helicóptero com 50 milhões em cocaína não levanta suspeitas, por que Rafael Braga, portador de míseros 0,6 gramas deve ter pena tão absurda (11 anos de prisão) quanto a conferida pelo juiz Ricardo Coronha Pinheiro? A justiça nesse país só serve para um lado da sociedade, geralmente aquele que tem menor poder aquisitivo?

 Thor Baptista, filho do ex bilionário e atual presidiário, Eike Baptista, dirigindo acima dos limites de velocidade, atropelou e matou o ciclista Wanderson Pereira dos Santos e, pasmem, até hoje encontra-se em liberdade então, que justiça é esta existente no Brasil? Para os negros, todo rigor da lei, para os pobres idem agora quando se é rico e branco, o Estado da um jeito de amenizar, com penas mais brandas.

Toda solidariedade para a família e amigos do Rafael Braga, mais uma vítima de um sistema nefasto, racista e que precisa ser revisto, urgentemente. O problema do Brasil nunca foi o poder executivo mas sim o Legislativo omisso e o moroso Judiciário, poderes que não servem ao povo mas sim uma pequena casta social brasileira, cujo pensamento remete ao período feudal, onde apenas uma minoria possuía privilégios enquanto a maioria gozava de todo rigor da lei.

 

Fontes:

Condenação de Rafael Braga gera revolta

 

Rafael Braga é condenado a onze anos de prisão

http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/2012/03/filho-de-eike-batista-se-envolve-em-acidente-com-morte-no-rj-diz-policia.html

http://www.diariodocentrodomundo.com.br/o-dcm-apresenta-nosso-novo-documentario-helicoca-o-helicoptero-de-50-milhoes-de-reais/

Sobre o Autor

Prof Diogo Dionizio

- Historiador
- Professor de História na Rede Pública de São Paulo (SEE e SME)
- Pedagogo
- Militante da UNEGRO Mogi das Cruzes
- Militante do Coletivo ORUN (Organização e Resistência União Negra)

Deixe um comentário