BRASIL ESPORTES MUNDO

Jandrei vira herói, classifica Chape na Sul-Americana e emociona Arena Condá

2017-07-26t004346z_1683100867_rc19c62d98e0_rtrmadp_3_soccer-sudamericana_sWogu5I
Written by Nicholas Araujo

Mais uma vez, a Chapecoense mostrou garra, determinação e emoção para se classificar nos pênaltis contra o Defensa y Justicia nesta terça-feira (25), pela Copa Sul-Americana. Herói nos pênaltis, Jandrei defendeu duas cobranças e manteve o alviverde na busca pelo bicampeonato.

O jogo não deixou ter emoções semelhantes ao que o torcedor sentiu em 2016, após a classificação para a final da mesma competição. Buscando dois gols para avançar, a Chape apostou no 4-3-3 com a entrada de Tulio de Melo e Arthur mais aberto pela ponta. Entretanto, o time argentino assustou no começo da partida, mas as chances foram pela linha de fundo.

A Chape buscava os espaços, mas encontrou uma defesa bem compacta, além do nervosismo visível nas jogadas de Seijas e Luiz Antônio. Aos 24 minutos, Tulio de Melo abriu o placar em bola parada, o que deixou o jogo mais truncado. As equipes se fecharam e com jogadas concentradas no meio de campo.

Com a Arena Condá cheia, relembrando emoções que marcaram o coração do torcedor, o que foi visto na segunda etapa foi um jogo mais de segurança do que ousadia. Fabricio Bruno e Tulio de Melo assustaram o goleiro adversário. Com a entrada de Lourency no lugar de Seijas, a Chape ganhou proporção e foi ao ataque. Arthur Caike teve a bola do segundo tempo, mas mandou para a fora. Placar que levou a partida para os pênaltis.

A Chapecoense foi certeira em suas cobranças com Luiz Antônio, Wellington Paulista, Fabricio Bruno e Lourency. Quase como um filme repetido, o goleiro Jandrei foi gigante quando defendeu as cobranças de Bareiro e Daniel Gonzalez, o que deu a classificação para o time brasileiro para as oitavas de final.

Na próxima fase, a Chape aguarda o vencedor de Flamengo e Palestino. O Rubro-Negro da Gávea tem larga vantagem do 5 a 2 do primeiro jogo, ocorrido fora de casa, e decide a classificação no dia 9 de agosto, no Rio de Janeiro.

A Chape volta a campo no domingo, às 11h, contra o Atlético-GO, pelo Brasileirão, na Arena Condá.

Sobre o Autor

Nicholas Araujo

1 comentário

Deixe um comentário