EDITORIAL ESPORTES

Até quando? Botafogo e Flamengo no Engenhão… Atos racistas por torcedores

whatsapp_image_2017-08-17_at_00.01.51
Written by Marcelo Belotti

Ontem a noite pela Copa do Brasil jogaram Botafogo e Flamengo no Estádio Nilton Santos, o Engenhão. Muita confusão fora do campo mas dentro do campo de jogo, alguma coisa chama a atenção: Um torcedor do Setor Leste inferior cousou um tumulto ao  passar o dedo indicador pelo antebraço se dirigindo a familiares de Vinicius Junior. conforme demonstra o vídeo

O torcedor foi acusado pelos familiares do atacante do Flamengo, foi detido em flagrante por Policiais Militares ao Juizado Especial Criminal (JECRIM) por Injúria Racial (Art.140 parágrafo 3º do código Penal) e não por racismo. Por se tratar de um crime afiançável, o acusado deu o seu depoimento, pagou e foi liberado.

Nós do JE cansamos de nota bonitinha ou vídeo pedindo desculpas esfarrapadas. Chegou a hora de ações práticas. Como sabemos que faltam mentes que pensam o caso de forma real e prática tomamos a liberdade de ajudar as autoridades a darem uma resposta rápida, seria e educativa para quem continua a ser racista, homofóbicos e/ou machista.

1. Exclusão do campeonato e multa milionária para a agremiação.

2. Afastamento na sequência exclusão de quem proferiu o ato. Com multa milionária.

3. Obrigar clubes, federações e torcida a participarem de uma campanha Nacional de combate a racismo, homofobia e machismo.

4. Chamar um debate nacional com especialista como Kabengele, Prof. Juarez, Min. Esporte, Seg Publica, Torcedores em geral, Clubes, federações e Mídia. Para criar debate e dali sair carta de intenção e…

5.Por fim, fazer virar projeto de lei que puna o racista, homofóbicos e machista; como ação prática é e educativa.

Sobre o Autor

Marcelo Belotti

2 Comments

  • Meu não tem mais essa de ficar esperando justiça tem que ir pro confronte e foda-se veja oque aconteceu no EUA e olhe que lá tem justiça mais os branquelos não querem nem saber ,porque aqui temos que esperar justiça,vamos pra cima

Deixe um comentário